domingo, 29 de janeiro de 2012

Nasce a Princesa Antoinette da França


No destaque os Duques de Vendôme
e o Príncipe Gaston
Nasceu no dia 28 de janeiro, em Paris, a Princesa Antoinette, segunda filha do Príncipe Jean e da Princesa Philomena da França, Duque e Duquesa de Vendôme, Herdeiros do Trono francês.
 

O casal já tem um filho, o Príncipe Gaston, nascido em 2009. Como já mencionado aqui, o Duque de Vendôme é trineto da Princesa Dona Isabel do Brasil, a Redentora.

O Duque de Vendôme afirmava ainda ontem: "[A Princesa] Antoinette nasceu esta manhã (28). A Princesa Philomena passa bem e estamos muito felizes".

Príncipe visitará Bom Despacho - MG em seu aniversário de 100 anos


"A visita de Dom Bertrand de Orleans e Bragança a Bom Despacho coincidirá com as comemorações do centenário da cidade

A cidade de Bom Despacho/MG, terá a honra de receber nos dias 29 de fevereiro e 1 de março de 2012, ano que celebra seu centenário de emancipação política a visita de Dom Bertrand Maria José Pio Januário Miguel Gabriel Rafael Gonzaga de Orléans e Bragança e Wittelsbach, Principe Imperial do Brasil. Bisneto da Princesa Isabel, a Redentora e portanto trineto de nosso último e grande monarca, o soberano Imperador Dom Pedro II, sendo também pelo lado materno bisneto de Luís III, último Rei da Baviera.

Sua Alteza Imperial e Real proferirá a Aula Inaugural do curso de Direito da Unipac que é coordenado pelo brilhante professor Mário Hamdam, conceituado e proeminente advogado militante da comarca de Bom Despacho. As aulas inaugurais do curso de Direito da Unipac tornaram-se tradição por trazerem renomadas autoridades do meio jurídico, fazendo com que os alunos tenham um pensamento de grande amplitude ante aos diversos temas que aludem a área jurídica.

A vinda do principe coincide com as celebrações de Bom Despacho no ano que a cidade celebra seu centenário de emancipação política, que se deu no dia 1 de junho de 1912.

É a primeira vez que a cidade recebe a visita de um membro de uma Casa Real Dinátisca e isto é um feito histórico que deve ser lembrado por júbilo por todos os cidadãos doravante.

É de suma importância que os cidadãos de Bom Despacho se mobilizem como uma grande família para acolher nosso Príncipe! É o encontro da História em solo de Nossa Senhora amada do Bom Despacho!"

domingo, 15 de janeiro de 2012

Rainhas e Infantas de Portugal: A Princesa Flor Dona Maria Amélia de Bragança

Foi lançada recentemente pela Academia Portuguesa da História uma série de 32 obras sobre as Rainhas e Infantas de Portugal.


Sabendo do sucesso do Livro A Princesa Flor Dona Maria Amélia, a Academia solicitou ao autor, Dom Carlos Tasso de Saxe-Coburgo e Bragança (ganhador do “8º Conde Arcos - Vice-Rei do Brasil - Estudos de História Luso-Brasileira” pelo livro), que condensasse sua belíssima obra em pouco mais de 70 páginas, numa versão pocket, ao que Dom Carlos atendeu com a máxima presteza.

A série tem Coordenação da Professora Doutora Manuela Mendonça e ilustração de Catarina França. O jornal Correio da Manhã, de Portugal, divulgou e apoiou amplamente esta iniciativa da Academia Portuguesa da História.

(Clique para ampliar - capa do livro)

(Clique para ampliar - contra capa )

Santa Princesa Isabel

Em mais um brilhante artigo, o jornalista e apresentador Aristóteles Drummond, grande amigo da Família Imperial e dos monarquistas do Brasil, divulga no jornal O Dia a proposição de beatificação da Princesa Dona Isabel. Confira:

Aristóteles Drummond: Santa Princesa Isabel


Rio - Nada mais apropriado do que comentar que já se encontra com o arcebispo do Rio, D. Orani João Tempesta, o pedido de abertura de processo no Vaticano visando à beatificação da Princesa Isabel do Brasil, a Redentora. O que é o primeiro passo para sua santificação.

O processo não se baseia apenas na decisiva participação na Abolição da Escravatura — que ela iniciou em 1871, com a Lei do Ventre Livre, e terminou com a Lei Áurea, de 1888, o que por si só justificaria o pedido —, mas pela sua intensa vida religiosa e fé integral. É sabido que, com dificuldades para conceber, foi a Caxambu tentar um tratamento, com muita fé e oração, onde obteve o dom da maternidade. E deixou na
cidade uma capela dedicada a Santa Isabel. Curioso é que, antes, duas rainhas com o mesmo nome foram beatificadas e santificadas: em Portugal e na Hungria.

A Princesa Isabel criou
filhos e netos no catolicismo no Brasil, primeiro, e no exílio, depois — aliás, os Orleans e Bragança mantêm até hoje inquebrantável fé.

O Brasil muito deve aos 49 anos do Segundo Reinado, que contou com diversas regências da princesa, herdeira do trono brasileiro, que viveu na França por 33 anos com o coração voltado para a pátria. E jamais reclamou da forma com que se deu a mudança do regime e, especialmente, a maneira com que a
Família Imperial foi embarcada para o exílio, sem o conhecimento do povo, que amava o Imperador.

Certamente o ano marcará intensa mobilização de católicos, muitos de irmandades criadas por antigos escravos e seus descendentes, na busca de sinais que permitam o bom andamento do oportuno pedido. A Princesa Isabel foi criada dentro dos princípios éticos e morais de seu pai, o Imperador, que morreu no exílio modestamente, tendo se recusado a receber uma soma que lhe fora oferecida pela constrangida República.

Até hoje, em largas faixas da população, a princesa no Brasil e condessa na França é lembrada com o título de ‘Mãe dos Brasileiros’. Que a igreja, sempre criteriosa nesses casos, faça da grande brasileira a cristã beata, uma vez que fundamentos não faltam. Um belo legado de bondade, simplicidade e correção, em que nunca faltou a fé.

Aristóteles Drummond é jornalista

terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Anuário Monarquia Já - Ano II - Dezembro de 2011

Capa do Anuário Monarquia Já - Ano II - Dezembro de 2011


Caros leitores.

Nos primeiros dias do ano, nada melhor do que relembrar, fazer uma retrospectiva do ano passado, fazer um balanço do que fizemos, de nossas realizações, lembrar o que de bom ocorreu em nossas vidas. Para proporcionar isso aos amigos e leitores do Blog Monarquia Já, compusemos artesanalmente a 2ª Edição do Anuário Monarquia Já que pretende unir em suas poucas páginas, o passado ano monárquico.

O Anuário Monarquia Já condensa as principais atividades monárquicas de 2011. Com muita simplicidade, pretendemos reavivar o espírito monárquico existente em cada um de nós, através da revisão do caminho trilhado e de nossas maiores conquistas neste ano que acabou.

Anuário Monarquia Já


No Scribd (acima), além de poder acessar os textos do Anuário, é possivel fazer o download, bem como em http://www.4shared.com/folder/DXwuBp-0/_online.html. Caso haja necessidade, encaminhe e-mail para anuariomj@gmail.com, e lhe enviaremos o arquivo completo.  

Continuem acompanhando o Blog Monarquia Já. Encaminhem o Anuário Monarquia Já aos seus amigos, afinal nele estão todas as nossas conquistas. 

Desejamos a todos um Feliz e Abençoado Ano de 2012.


Dionatan da Silveira Cunha
Editor

ATENÇÃO


Em caso de cópia do material exposto: considerando a lei 9610/98, o plágio é crime. As obras literárias e fotográficas existentes neste espaço são de uso exclusivo do Blog Monarquia Já. Ao copiar qualquer artigo, texto, fotografia ou assemelhado, o Blog Monarquia Já deve, obrigatoriamente, ser citado.

Contador de visitas mundial


contador gratis

Contador de visitas diárias


contador gratis

  © Blogger template 'Isfahan' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP